Reservatório da Mãe d'Água das Amoreiras

Projetado em 1746, pelo arquiteto húngaro Carlos Mardel, este reservatório foi construído para receber e distribuir as águas transportadas pelo Aqueduto das Águas Livres.

Projetado em 1746, pelo arquiteto húngaro Carlos Mardel, este reservatório foi construído para receber e distribuir as águas transportadas pelo Aqueduto das Águas Livres.

No interior do edifício destaca-se o tanque de água, com profundidade de 7,5 metros. No topo é possível aceder ao terraço panorâmico sobre a cidade de Lisboa.

Na frente ocidental do reservatório está instalada a Casa do Registo, onde eram controlados os caudais de água dirigidos aos chafarizes, às fábricas, aos conventos e às casas nobres.

Classificado, desde 1910, como Monumento Nacional.

TripAdvisor Logo
Pontuação dos viajantes no TripAdvisorBaseado em 154 avaliações
Você é um representante de Reservatório da Mãe d'Água das Amoreiras?
Informamos que quaisquer comentários, opiniões e declarações apresentadas, em anexo são totalmente independentes e não representam pontos de vista mantidos por, ou estão de alguma forma relacionados com visitlisboa.com