Loures

LOURES uma zona de Turismo surpreendente! Com um passado rural e um presente dominado pelo desenvolvimento económico e pela requalificação do território, Loures é hoje uma terra de contrastes.

Às portas de Lisboa, – LOURES – é um concelho com muito para descobrir, inúmeros vestígios arqueológicos relativos á antiguidade pré-histórica, romana, árabe e medieval têm sido descobertos no concelho de Loures, desde o século XIX.
As características culturais desta região resultam da prolongada ocupação muçulmana e da progressiva mistura entre várias etnias e religiões, das quais nasceram os moçárabes, que durante todo este tempo preservaram os seus traços culturais.

A fertilidade das terras, a abundância das águas e a pureza dos ares do campo deram corpo a esta região saloia que, desde D. Afon¬so Henriques até ao reinado de D. Maria II, se englobou no termo da cidade de Lisboa.
Por essa razão, muitos monarcas e nobres elegeram estas terras como locais de lazer, de descanso e de fuga a doenças e pestes, como testemunham as inúmeras quintas existentes.
No que diz respeito às atividades dos Saloios, é óbvio que tinham a seu cargo o trabalho da terra. O Saloio era o fornecedor da cidade, quanto a bens, mas também a serviços. Produzia produtos hortícolas, objetos e ferramentas, e fornecia leite, fruta, peixe, água, entre outros, mas também a Saloia, com as suas trouxas, ia buscar e levar à “senhora” da cidade roupa lavadinha no rio.
Hoje o Saloio mudou muito em relação há alguns anos atrás; no entanto, ainda encontramos alguns homens e mulheres, nascidos no concelho, que vestem da mesma forma, falam do mesmo modo, trabalham no campo e se apelidam de Saloios.

Dada a crescente importância económica do território, em 1886 Loures é elevada a sede de concelho. A 26 de julho desse mesmo ano, foi publicado o decreto que deu origem à cria¬ção do concelho de Loures. A escolha de Lou¬res para sede de concelho não foi ocasional. A sua importância, localização estratégica e peso económico estiveram na origem dessa decisão.

No novo milénio, Loures orgulha-se de dar continuidade ao valioso caminho trilhado pe¬los seus antepassados, trabalhando para que o futuro se continue a construir aqui: guar¬dando memórias, escavando descobertas, construindo saberes e partilhando histórias.

Aqui se produz o famoso e apreciado vinho de Bucelas, numa região demarcada desde 1911, celebra-se a época setecentista, perpetuam-se artes e ofícios, colhem-se aromas e sabores e recebe-se o afeto das gentes generosas.

Ao visitar Loures, vai descobrir lugares cheios de encantos paisagísticos, de património e de muita história.

O que ainda vai descobrir?

“Destinos” como, por exemplo, os Museus, as Igrejas, as Quintas, a Praça Monumental de Santo Antão do Tojal, o Castelo de Pirescouxe, são locais onde pode descobrir muito de Loures!

A verdade é que Loures é nos dias de hoje uma terra dinâmica, aliada a acertadas políticas de desenvolvimento turístico local que promete colocar Loures como um destino de muita inspiração e de grandes emoções!