Rota do Saramago

Em 1998, é distinguido com o Nobel da Literatura.

Publicado em 1982, “Memorial do Convento” é o romance mais icónico de José Saramago.

Traduzido em mais de 20 línguas, com mais de 50 edições, versa um tema recorrente na obra do escritor: a oposição entre ricos e pobres, exploradores e explorados.

A sua ação decorre no século XVIII, durante o reinado de D. João V, rei que mandou construir o Convento de Mafra, obra gigantesca, financiada pelo ouro do Brasil, à época uma colónia do império português.

A oposição entre a megalomania régia e a miséria do povo que construiu aquele monumento atravessa toda a obra, sob a pena mordaz de Saramago. E no meio, como não poderia deixar de ser, uma arrebatadora história de amor.