Doçaria Conventual

Conheça os segredos e sabores da doçaria conventual típica de Portugal. E marque na sua agenda o que pode provar em cada uma das zonas da região de Lisboa.

A doçaria conventual é uma das maiores tradições culinárias portuguesas. Com uma base rica de ovos e açúcar, foi desenvolvida nos conventos, a partir do século XV.

São muitas as teorias sobre o seu desenvolvimento, com a certeza que o açúcar vindo do Brasil permitiu que os doces palacianos evoluíssem e se requintassem desta forma. Do aproveitamento das gemas - já que as claras eram usadas para engomar - ; às nobres residentes por imposição social que se entretinham a inventar receitas para compensar o tédio das horas vagas; as hipóteses multiplicam-se.

Na região de Lisboa, existem vários dignos representantes desta arte que não pode perder: os Fradinhos de Mafra; os Pasteis de Belém; as Nozes de Cascais; a Marmelada Branca e o Toucinho do Céu de Odivelas são apenas alguns.

Venha conhecer os sabores que a História criou.